Síndrome de Down – “Ninguém fica para trás”

Com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre os direitos igualitários e a inclusão das pessoas com Síndrome de Down, deixando claro que com estímulo e amor eles são capazes de viver normalmente e que a inclusão os ajuda a se tornarem adultos confiantes e felizes, na semana que se passou foi comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down, data escolhida em alusão aos 03 (três) cromossomos no par de número 21. Em 2019, o tema do Dia Internacional da Síndrome de Down é: “Ninguém fica para trás”. Nessa semana, vários Colégios Estaduais da Polícia Militar, realizaram diversos eventos com a finalidade de alerta sobre a importância da inclusão dessas pessoas no meio social. O preconceito e a discriminação são os piores inimigos dos portadores da síndrome. O fato de apresentarem características físicas típicas e algum comprometimento intelectual não significa que tenham menos direitos e necessidades. Cada vez mais, pais, profissionais da saúde e educadores têm lutado contra todas as restrições impostas a essas pessoas. Crianças com síndrome de Down precisam ser estimuladas desde o nascimento, para que sejam capazes de vencer as limitações que essa alteração genética lhes impõe. Como têm necessidades específicas de saúde e aprendizagem, exigem assistência profissional multidisciplinar e atenção permanente dos pais. O objetivo deve ser sempre habilitá-las para o convívio e a participação social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *